sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

TARTE DELICIA DE CASTANHAS COM CHOCOLATE

Esta tarte pode ser feita com a castanha fresca ou congelada. A base da receita é igual, só altera em relação às castanhas. Se for tempo de castanha, deverá seguir a receita na íntegra. Se optar por castanhas congeladas, siga as instruções do fornecedor do produto.



Ingredientes:
1 rolo de massa folhasa500g de castanhas2 colheres (sopa) de chocolate em pó100g de açúcar100 g de manteiga4 ovos1 casca de limão1 pau de canelaqb de erva-doce 

Preparação:

Forre uma forma de tarte, de fundo amovível, com a massa folhada, apare os bordos e pique o fundo com um garfo.

Prepare o recheio: 
Dê um golpe nas castanhas e coza-as em água abundante com a casca de limão, erva-doce a gosto e o pau de canela. Depois de cozidas, deixe arrefecer um pouco e descasque-as e reduza a puré (reserve algumas para a decoração)
Depois, misture o puré de castanha com o açúcar e as gemas, junte o chocolate em pó e bata bem.

Bata as claras em castelo e envolva-as no preparado anterior. 
Verta o preparado na tarteira e leve ao forno a 180ºC durante 35 minutos. Depois retire e decore a gosto.





TARTE DE GRÃO-DE-BICO

Esta tarte, é um clássico, julgo que em todas as casas já foi feita, mas se nunca a provou,  experimente, pois vai deliciar-se.

Ingredientes: 

500g de açúcar

250 ml de água

1 pau de canela

6 ovos

50g de amido de milho

200g de grão de bico (puré)

1 colher (chá) de raspa de limão

1 embalagem de massa folhada (de compra)

 Preparação: 

Comece por retirar a pele ao grão e depois reduza a puré. Reserve.
Leve ao lume um tacho com o açúcar, a água e o pau de canela, deixe ferver até atingir ponto forte e retire do lume.

Numa tigela bata os ovos com o amido de milho, junte o puré de grão e a raspa de limão, mexa bem e adicione a mistura da calda de açúcar, em fio e mexendo sempre.

Estenda a massa folhada e com ela forre uma forma de fundo amovível que previamente untou com margarina. 
Com um garfo, pique toda a massa do fundo e deite dentro a mistura.

Leve ao forno a 180º C durante 40 minutos. 
Retire depois de arrefecer, desenforme e sirva a tarte decorada a gosto. 
(polvilhei  apenas com açúcar em pó).




TARTE QUEIJADA DE SINTRA

Esta tarte é da autoria da amiga Noelia Policarpo da página Viajar, Comer e Divertir-se.


Ingredientes: 

6 gemas
320 g de açúcar
60 g de amido de milho 
400 g de queijo fresco
1 base de massa quebrada 

Preparação:

Coloque numa taça todos os ingredientes e misture-os muito bem.
Deixe descansar o preparado durante cerca de 10 minutos.
Ligue o forno a 180º C e forre a forma com a massa quebrada, depois verta o preparado e leve ao forno durante 30 minutos.

O resultado é.... como vos posso descrever?? delicioso....tão bom que já repeti!!

Espero que experimentem e apreciem!!




TARTE DE MAÇÃ RALADA

Partilho convosco uma tarte de maçã, diferente das habituais e que também já aqui publiquei. Esta tarte é feita com a maçã ralada.

Experimentem, pois acredito que vão gostar.


Ingredientes:

1 massa folhada de compra
250g de açúcar
3 maçãs reinetas grandes
4 gemas+ 2 claras
sumo de 1 limão
qb de canela
qb açúcar em pó

Preparação:

Descasque as maçãs, retire as sementes e rale-a grosseiramente. Numa tigela coloque as gemas, adicione o açúcar, o sumo de limão e misture bem. Depois junte a maçã, envolvendo bem.
À parte bata as claras em castelo firme e junte à mistura anterior. Envolva bem.

Unte com margarina uma tarteira de fundo amovível, forre-a com a massa folhada e pique o fundo com um garfo. Depois verta o preparado na tarteira e leve ao forno a 180º C, durante 25/30 minutos, ou até que fique douradinha.

Desenforme, polvilhe com canela e açúcar em pó.



TARTE PASTEIS DE SANTA CLARA

Esta tarte foi preparada a partir da receita de Pastéis de Santa Clara (oriunda do Convento de Santa Clara, em Portalegre) – e foi-me transmitida por uma amiga Alentejana de Vila Boim !!

Os ingredientes para a tarte, são os mesmos da receita original, por isso, pode sempre fazer os pasteis em forminhas individuais.



Ingredientes para o recheio:

500 g de açúcar
150 ml de água
70 g de amêndoa moída
70 g de farinha
50 g de coco 
6 ovos
1 limão (raspa)

Ingredientes para a massa tenra: 

240 g de farinha
1 dl de água
1 c. (sopa) de óleo
1 c. (sopa) de vinagre
qb de  sal 
qb de açúcar em pó 

Preparação:

Comece por levar ao lume o açúcar com a água. Deixe ferver durante 2 minutos, em lume brando. Desligue e reserve.
Numa tigela, misture a amêndoa moída com a farinha e o coco, acrescente os ovos, um a um, mexendo bem entre cada adição e a raspa de limão. 
Por último, verta o açúcar fervido com a água sobre este preparado. 
Misture muito bem e deixe repousar.

Ligue o forno a 200ºC.
Prepare a massa tenra: coloque 200g de farinha num recipiente, adicione a água, o sal, o óleo e o vinagre, misture bem e verta o preparado sobre a farinha. Amasse bem, até obter uma massa elástica, que se despega das paredes do recipiente. Tape com um pano de cozinha e deixe repousar durante 15 minutos.

Decorrido o tempo, estenda a massa sobre uma superfície enfarinhada, até obter 2 mm de espessura.

Para a TARTE: unte uma tarteira de fundo amovível com margarina, polvilhe-a com farinha e forre-a com a massa tenra. Com um garfo pique o fundo e verta o recheio para a forma. Polvilhe com açúcar em pó.

Se optar por fazer os PASTÉIS: forre as formas pequenas com a massa e coloque-as sobre um tabuleiro. Preencha cada uma das formas com o recheio e polvilhe com açúcar em pó.

Em ambos os casos leve as formas ao forno quente e deixe cozer durante 25 minutos.

Retire, deixe arrefecer, polvilhe com mais açúcar em pó e sirva.

Nota importante:  tanto os pastéis como a tarte, devem ficar com o recheio a verter um pouco de líquido.




TARTE DE NATAS E LEITE CONDENSADO

Uma tarte de fácil preparação e super deliciosa. Aliás, todas as receitas com natas, bolacha e leite condensado, sabem sempre bem.


Ingredientes: 
6 folhas de gelatina incolor
400 ml de natas  frescas
200 g de bolacha tipo maria
100 g de manteiga

Preparação:
Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Bata as natas bem firmes. Envolva-as no leite condensado. 
Escorra a gelatina e derreta-a 1/2 minuto no micro-ondas e adicione ao preparado anterior.

Rale as bolachas e amasse metade das mesmas com a manteiga (que deverá ser derretida e deixar arrefecer). 
Cubra o fundo de uma forma de aro amovível com a massa de bolacha. Sobreponha-lhe o creme de natas e leve ao frigorífico, até solidificar.

Retire o aro e sirva a tarte, polvilhada com a restante bolacha ralada e decorada a seu gosto. 



TORTA DE ABÓBORA

A minha torta de abóbora, veio da familia da minha avó paterna e traz-me boas recordações da minha infância.

O tempo de cozedura é muito importante nesta torta, pois deve ficar húmida, por isso respeite os 15 minutos (nem mais, nem menos).



Ingredientes:

500g de abóbora (sem casca e pevides)

4 ovos

300g de açúcar

30g de  manteiga

1 colher ( chá) de  canela

200g de  farinha s/ fermento

1 colher ( chá ) de fermento

uma pitada de sal

amêndoa palitada qb ( uma saqueta de 125g é suficiente)

açúcar em pó qb

 

Preparação:

Coza a abóbora em água e sal. Depois de cozida deixe escorrer até que liberte a água de cozedura e reduza a puré.

Bata os ovos com o açúcar até ficarem em creme esbranquiçado, depois junte a abóbora e bata de novo.

Adicione a manteiga derretida e a canela. Por fim envolva a farinha e o fermento previamente  peneirados. Não deve bater depois de adicionar a farinha.

Ligue o forno a 200ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal, unte com margarina e verta o preparado.

Vai a cozer apenas por 15 minutos. 

Depois de cozida desenforme sobre um pano polvilhado com açúcar em pó, polvilhe com amêndoa palitada e enrole ainda quente, cuidadosamente com a ajuda do pano.

Depois de enrolada decore a gosto.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

ARROZ DE LINGUEIRÃO

 

Hoje trago uma  receita típica Algarvia, o arroz de Lingueirão/Langueirão/canivetes (é conhecido por estes 3 nomes).

É de fácil preparação, muito saboroso e posso garantir-vos uma excelente experiência gastronómica.

Espero que experimentem e apreciem.





Ingredientes:
400 g de arroz agulha 

80 ml de azeite

2 cebolas médias

2 dentes de alho

1 folha de louro

3 cravos de cabecinha

2 tomates maduros médios

1/2 pimento verde

1/2 pimento vermelho

100ml de vinho branco seco

 sal e pimenta q.b

 1 molhinho de coentros.

 

Preparação:

 

Comece por lavar o lingueirão em água fria, com 2 a 3  horas de antecedência, mudando a água várias vezes. Em cada muda adicione um pouco de sal, isso irá ajudar a libertar mais rapidamente a areia e a sujidade.

Pique os alhos e a cebola finamente, ( trabalho simplificado se usar a mandolina da Borner), limpe os tomates de peles e sementes e corte-os  aos cubos pequenos.

Leve um tacho ao lume com o lingueirão, não coloque água, eles irão cozer na água que será libertada, bastando entre 5 a 8 minutos de cozedura. Depois de cozidos retire os miolos do lingueirão e lave os mesmos para libertar de impurezas.

Passe o caldo que os  lingueirões libertaram por um passador fino e reserve.

Lave o tacho e leve novamente ao lume. Coloque dentro o azeite e deixe aquecer. Em seguida, coloque os dentes de alho, a cebola, a folha de louro e os cravos de cabecinha.

Deixe alourar mexendo com uma colher de pau. Adicione os pimentos e os tomates. Junte o vinho e deixe refogar. Adicione também, o caldo onde cozeu o lingueirão e acrescente água necessária para cozer o arroz e quando levantar fervura junte os miolos. Deixe levantar fervura.

Depois, junte o arroz, tempere com sal e pimenta e coza cerca de 15 minutos.

Por fim polvilhe com coentros picados e envolva e guarde um pouco para polvilhar depois de servido.

 

Sirva bem quente.


Parceiros nesta receita:


Visite o site: Arroz Bom Sucesso









Visite o site:  Borner Portugal









Transmontanos









Suldouro




sábado, 30 de janeiro de 2021

MIMO DE CHOCOLATE DA AVÓ



Queridos seguidores, há muito tempo que não publico uma receita, mas hoje trago um bolinho de chocolate, para fazerem no dia de S. Valentim, que estámuito perto.
Esta receita é duma avó, que não conheço, mas que teve a amabilidade de a transmitir a uma amiga, que me aconselhou a experimentar.
O que tenho a dizer-vos ácerca deste bolo?? uma verdadeira delícia de chocolate, muito fofo, é daqueles bolos que se desfazem na boca.
Mas atenção.... é uma verdadeira bomba calórica.
Fiquem com a receita, sigam-na à risca e o resultado será de ""comer e  chorar por mais....""



 Ingredientes para o bolo:

7 ovos

1 chávena de óleo (usei uma chávena de chá como medida)

1/2 chávena de cacau em pó

1 + 1/2 chávena de água quente

1 + 1/2 chávena de açúcar

1 + 1/2 chávena de farinha

1 colher de chá de fermento

Para a cobertura e recheio:

1 pacote de natas 200ml

1 tablete de chocolate culinária

1 lata de leite condensado


Preparação:

Separe as gemas das claras e bata as últimas em castelo. Reserve.

Dissolva o cacau na água quente e depois junte o açúcar, a farinha, o óleo e o fermento.

Bata um pouco e lentamente vá juntando as gemas, continuando a bater mais um pouco.

Por fim, juntam-se as claras, envolvendo-as com uma colher de pau.

Unte uma forma sem buraco, com margarina, deite nela o preparado e leve ao forno a 190 C durante 45 minutos (eléctrico), 90 minutos (a gas).
Ao contrário de outras receitas, o forno só é ligado quando se coloca a forma dentro.

Quando terminar o tempo, desligue o forno e deixe o bolo dentro, por mais 10 minutos.
Decorrido o tempo, retire o bolo do forno e deixe-o arrefecer.

Comece então a preparar a cobertura e recheio.

Coloque o leite condensado num tacho, junte o chocolate partido aos pedacinhos e leve a lume brando, mexendo sempre, até que o chocolate fique totalmente derretido e misturado com o leite condensado.

Junte então as natas, continue sempre a mexer, até que todos os ingredientes fiquem bem misturado. Tenha cuidado para  não deixar cozer as natas. 

Deixe arrefecer, até que fique morno. 

Depois, corte o bolo ao meio e com uma espátula recheie e depois cubra com a outra metade do bolo. 
Por fim,  espalhe o creme por cima  e barre as laterais.

Decore a gosto, usei pedacinhos de chocolate.






















domingo, 27 de setembro de 2020

TRANÇA FOLHADA COM RECHEIO DE MAÇÃ E CANELA

Há muito tempo que não publico no blogue, mas por vezes  é necessário abrandar o ritmo, pois a vida são dois dias...

Hoje trago uma trança folhada, recheada com doce de maçã e canela. Uma combinação clássica que torna este doce, uma delícia.

Pode no entanto usar o doce que entender.



Ingredientes:

1 embalagem de massa folhada (+ - 230 g)
1 embalagem de 200g de queijo fresco para barrar
5 colheres (sopa) de doce de maçã com canela
3 colheres (sopa) amêndoa laminada
1 ovo
qb de açúcar em pó

Preparação:

Ligue o forno a 190ºC. Estique a massa até formar um rectangulo. Depois coloque-a sob uma folha de papel vegetal.
Espalhe  o queijo no centro e por cima o doce. Polvilhe com algumas amêndoas.
Depois corte tiras de ambos os lados. Dobre o topo da massa e comece a entrançar, termine com o fim dobrado.
Bata o ovo e  pincele a trança. Termine com o resto da amêndoa.
Leve ao forno cerca de 20/25 minutos, ou até que fique douradinha.
Tire do forno e polvilhe com o açúcar em pó.
Deixe arrefecer e sirva.






sexta-feira, 3 de abril de 2020

BACALHAU À ZÉ DO PIPO

O bacalhau à Zé do Pipo, era um dos pratos preferidos do meu pai e foi com ele que o aprendi a fazer.



Ingredientes: 

4 postas bacalhau demolhado
1 kg batatas
1L leite
50 g manteiga
4 colheres (sopa) azeite, usei Transmontanos
2 dentes alho
1 cebola grande
1 folha de louro
2 ovos
 sal
pimenta e noz moscada q.b. usei Suldouro-Navires
maionese ( 1 taça) facultativo


Preparação:

Ferva o leite e depois desligue o lume e mergulhe o bacalhau no leite temperado com pimenta.
Deixe-o no leite enquanto prepara o resto da receita. Depois retire-o, e limpe-o de peles e espinhas e lasque-o.
Coe o leite para utilizar no puré.

Coza as batatas em água e sal, escorra-as e reduza-as a puré; junte a manteiga e leve a lume brando. Acrescente aos poucos o leite quente de cozer o bacalhau, mexendo sempre; tempere com noz moscada e junte as gemas e as claras batidas em castelo.
Aproveite e ligue o forno a 200ºC.

Entretanto, aqueça, o azeite num tacho e leve a estalar as cebolas e os alhos picados e a folha de louro, adicione o bacalhau e envolva na cebolada.
Depois, retire e coloque-o no centro de um prato de barro. Por cima coloque a maionese e à volta enfeite com o puré de batata.

Leve ao forno cerca de 20 minutos para alourar e sirva de imediato acompanhado duma salada.


Parceiros:

Transmontanos, o que de melhor há em Trás-os-Montes, saiba mais em:














Suldouro-Navires - desde 1971 a dar sabor às nossas comidas, saiba mais em:







TARTE DELICIA DE CASTANHAS COM CHOCOLATE

Esta tarte pode ser feita com a castanha fresca ou congelada. A base da receita é igual, só altera em relação às castanhas. Se for tempo de ...